CONTO: A música que toca

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Estava na penumbra, assim como nas outras vezes. Esperava. Adiante, sobre um piso quase espelhado de tão lustroso e sob luzes que deslumbravam, reluzia o piano. E o piano também esperava, e sua placidez contrastava com a ansiedade daquele que se preparava para tocá-lo. Convidava como um anfitrião sorridente e ao mesmo tempo intimidava como um salto no vazio. Continuar lendo

CONTO: Língua d’Ouro

Língua d'Ouro

Sou Harturmond Língua d’Ouro. Mas houve um tempo em que eu era mais Língua d’Ouro do que sou agora. Outrora era filho de meu pai, Garamund, um Língua d’Ouro até as unhas dos pés. Seu irmão, rapaz, deve saber quem são os Língua d’Ouro, pois é erudito demais para o tamanho que tem. Mas noto que você, com essa cara de perdido, precisará de orientação.

Continuar lendo