25/07: Dia do Escritor & uma nota de alento

Certo, suponho que no dia de hoje eu deva escrever algumas palavras sobre o próprio ato de escrever (e viva a metalinguagem!), algum pensamento sobre minha pretensão de ser escritor ou uma descrição do que a escrita significa para mim. Continuar lendo

Anúncios

Leitura obrigatória: Aqueles que se afastam de Omelas

Omelas 2De Ursula K. Le Guin, super-recomendo o conto Aqueles que se afastam de Omelas (The Ones Who Walked Away From Omelas).

Fala de uma cidade chamada Omelas, pacífica, esplendorosa, repleta de felicidade, a joia mais perfeita. É um lugar difícil de imaginar, mas eis que a autora nos relata mais um detalhe sobre ele: “Em um porão sob um dos belos prédios públicos de Omelas, ou talvez na adega de uma das suas espaçosas residências particulares, existe um quarto com uma porta trancada e sem janelas”[1]. Continuar lendo

Amor e paixão

Lua (httpslowbuddy.comphotographymoon-pictures)

Dia dos Namorados. Cabe uma homenagem.

Como não consigo ser tão romântico em minha escrita quanto eu gostaria, deixo o presente post a encargo de alguém que julgo mais habilidoso nesse quesito: Patrick Rothfuss, autor de O nome do vento. Abaixo seguem uma citação muito conhecida dele, sobre o amor cego, e depois um dos trechos que mais adoro de seu romance. Continuar lendo