Notícias sobre As portas de pedra, de Patrick Rothfuss… ou não

Os Quatro Cantos (httpxxtayce.deviantart.comartThe-Kingkiller-Chronicles-map-371648247)

Enquanto a espera pelo próximo livro de George R. R. Martin não deixa os fãs sossegados – afinal, Martin escreve muito e, por mais longas que as esperas tenham sido até o momento, todas elas têm compensado –, várias são as especulações sobre a data provável de lançamento do terceiro volume d’A Crônica do Matador do Rei, As portas de pedra, de Patrick Rothfuss.

Rothfuss anda sempre extremamente ocupado com projetos paralelos – e quem volta e meia dá uma checada em seu blog, bem o sabe. Além do mais, o enorme esmero que ele preserva durante a escrita e suas repetidas revisões deixam o trabalho mais lento, porém o resultado final é primoroso – como pudemos constatar em O temor do sábio.

A última notícia que li a respeito consta de um artigo de “Overlord” Marc Aplin para o site Fantasy Faction. O autor acompanha as postagens de Rothfuss no Reddit.com e diz que não é um pensamento otimista aguardar que a publicação do terceiro livro ocorra em 2014/2015 (ressaltando que a Amazon previu a data – não de todo confiável – de 20 de agosto de 2015).

Auri (httpcutflowersound.tumblr.compage6)

Auri e Kvothe.

De qualquer modo, não significa que os fãs ficarão órfãos do universo d’Os Quatro Cantos da Civilização por anos. Agora sim, eis as boas notícias. Para o ínterim entre o segundo e o terceiro volumes, Rothfuss tem planejado o seguinte:

  • Uma novela (de cerca de 22 mil palavras) que gira em torno de Bast, que sairá na antologia Rogues ainda este ano.
  • Outra novela (25 mil palavras), centrada em Auri.
  • Um romance curto (ou curto para os padrões de Pat, com um total de 100 a 120 mil palavras) que se passa em Modeg e conta a história de outro personagem lendário do mundo de Kvothe: Laniel young-again (Laniel novamente-jovem, em tradução livre).

Sobre As portas de pedra, o autor relatou que, de acordo com sua estimativa, o tamanho do livro será similar a’O temor do sábio. Afirmou que, relativamente aos rascunhos originais, uns 60% da narrativa mudaram após as revisões. E, é claro, Rothfuss não se arriscou a fazer previsões sobre a data de lançamento.

Para quem deseja retornar aos Quatro Cantos e degustar mais uma vez a prosa do autor, aviso que foi publicado lá fora, na antologia Unfettered, o conto How Old Holly Came To Be, juntamente com obras de outros grandes nomes da fantasia e da ficção científica (Terry Brooks, Tad Williams, Peter V. Brett, R. A. Salvatore, Mark Lawrence, Brandon Sanderson, Michael J. Sullivan, entre outros). A iniciativa desse compêndio de contos deveu-se à necessidade de se arrecadar recursos para custear o tratamento médico do escritor Shawn Speakman, diagnosticado com câncer em 2011: eis aí uma bonita demonstração da solidariedade que permeia a comunidade da Literatura Fantástica.

UnfetteredJá garanti meu exemplar e posso adiantar algumas breves impressões sobre o conto de Rothfuss. How Old Holly Came To Be é belo, tem ritmo e vale ser lido em voz alta. A escrita é inusitada, algo como uma prosa poética experimental. O enredo está sujeito a múltiplas interpretações: não se sabe ao certo quando e onde a história se desenrola, nem se é mero mito ou fato. Pode retratar tanto a origem das propriedades mágicas do azevinho (holly, em inglês) quanto um evento da época das guerras da criação, antes do roubo da lua, quando o mundo dos humanos e Fae, o mundo dos seres feéricos, eram um só (para mais informações, cf. o capítulo 102 d’O temor do sábio, a partir da p. 647).

Recomendo a leitura, mas sugiro que não busquem a antologia apenas pelo conto de Rothfuss. Aproveitem ao máximo o que ela tem para oferecer, pois cada escritor nela presente merece a devida atenção. Todos são gênios dentro do respectivo universo que criaram.

Anúncios

34 respostas em “Notícias sobre As portas de pedra, de Patrick Rothfuss… ou não

    • Olá, Lpastuch!
      Que eu saiba, o Pat só publicou por enquanto os dois primeiros volumes da série “As crônicas do matador do rei”: “O nome do vento” e “O temor do sábio”.

      Afora esses dois, ele participou com um conto na antologia “Unfettered”, mencionada aí em cima.

      Ainda, há uma série de livros chamada “The adventures of the princess and Mr. Whiffle”, que não foi traduzida para português e não sei se será. São livros pequenos (pouco mais de 100 páginas), com figuras, o que dá ares de literatura infantil, mas o próprio Rothfuss alerta que não são para crianças. Eu não li, então realmente não sei dizer se é bom ou não.

      Sei que é frustrante, mas o Rothfuss tem mesmo um ritmo lento de escrita… Não obstante, isso é mais do que compensado na qualidade das obras, como podemos constatar quando elas enfim são lançadas.

      Vamos torcer para que o “As portas de pedra” não demore tanto e para que as novelas e romances spin-off das “Crônicas” (citados aí em cima) saiam aqui no Brasil também. 😀

      Abraço! o/

      • Acho lamentavel que seja tão demorado o lançamento das Portas de Pedra.Quando tiver que ler terei que reler o segundo para me lembrar.

    • Oi, Júlia. Então… que eu esteja sabendo, não tem tradução ainda, nem previsão de lançarem o livro aqui. Como o Unfettered envolve muitos autores que aqui no Brasil ainda são pouco conhecidos, não sei se haverá interesse em traduzir. Mas quem sabe em Portugal… Se eu souber de algo, aviso.

  1. Bem que ele poderia apagar o fogo, sentar o rabo na cadeira e se concentrar em terminar logo a série. Ele já revisa milhões de vezes o que escreve (característica admirável, na minha humilde opnião) e ainda fica se desviando. Pra minha sorte ainda tenho o Temor do Sábio inteiro pra ler, então vou me manter ocupado um bom tempo. haha

    • Bem, não sei se a escrita desses spin-offs tomou tanto tempo assim. Sim, também torço por que o terceiro livro fique pronto o quanto antes, mas ao mesmo tempo quero muito ler algumas dessas histórias paralelas, particularmente a sobre o Bast. Deve ser irada! 😀

      • Verdade , o que mais me atrai dessas hidtorias eh a de bast, já que Kvothe deixa claro que ele eh de uma especie diferente da dele

      • Sim, confesso que, como você, estou mais ansioso pela história do Bast, por curiosidade mesmo. Em compensação, acho que a novela sobre a Auri será mais poética, pelo que também terá muito a oferecer. 🙂

    • Terminei de ler hoje o nome do vento, mas acho que pela velocidade com que devorei o livro, não vou ficar muito tempo ocupado lendo o temor do sábio. Ele bem que podia mesmo dar uma adiantada no próximo livro.

      • Sim, sim, concordo. É inevitável: todos estamos ansiosos pelo terceiro livro. Imagino que não vá demorar tanto para sair, mas pode ser só otimismo de minha parte. Bem, pelo menos você ainda tem as quase mil páginas de “O temor do sábio” pela frente. 🙂

        Para mantê-lo ocupado ainda por mais tempo, uma sugestão de leitura que dou é “O aprendiz de assassino”, da Robin Hobb. A história não é tão complexa quanto a do Kvothe, mas o estilo de escrita da Hobb é parecido com o do Rothfuss: introspectivo e em primeira pessoa. Fica a dica.

      • Artur, se você não leu “As cronicas do assassino” que o Cerveirac mencionou, leia você não vai se arrepender, eu achei muito bom mesmo, até lançarem as Portas de pedra, oq nos resta é ler outros livros….

  2. pelo amor de Deus!!! alguma previsão do lançamento do terceiro livro?? desse jeito eu que vou acabar com o coração virado em pedra de tanto nervosismo, já devorei os dois livros e não aguento mais esperar 😥

    • Oi, Jéssica!
      Que eu saiba, não há previsão de data certa, só as estimativas do site da Amazon, mencionadas aí em cima no post.
      É verdade que faz um tempo que não pesquiso a respeito, mas acho que o Rothfuss é cuidadoso demais para sugerir uma data específica que, se não for cumprida, acabará criando falsas expectativas…
      Mas pense que essa espera, de algum modo, é menos ruim do que a sensação de terminar uma boa história e ficar só com aquela nostalgia típica. A ansiedade pelo que está por vir tem gosto melhor do que a depressão pós-fim da jornada. 😉

  3. Olá, gostaria de sanar umas dúvidas minhas. Como você disse além dos 3 livros principais d’A Crônica do Matador do Rei (“O Nome do Vento”, “O Temor do Sábio” e “The Doors of Stone”) exitem mais duas novelas, “A Música do Silêncio” que fala sobre Auri, e uma outra que desconheço o título e que tem como protagonista Bast, e ainda além desses 5 temos essa antologia “Unfettered”, que possui nela o conto “How Old Holly Came To Be”. Primeiro, qual o título da novela protagonizada por Bast, e segundo, esse “Unfettered” já foi lançado, se sim, poderia me dar indicações de como conseguir um exemplar, de todas as formas possíveis?

    Grato.

    • Oi, Victor!
      O conto do Bast, pelo que pesquisei, se chama “The Lightning Tree” e está publicado na antologia “Rogues” lá fora (http://www.amazon.com/Rogues-George-R-R-Martin/dp/0345537262). Creio que a Editora Arqueiro, que vai lançar aqui no Brasil a novela da Auri, também publicará o conto do Bast.
      A antologia Ufettered” já foi publicada. Comprei para mim a versão digital para Kindle, pela Amazon, aqui: http://www.amazon.com/Unfettered-Terry-Brooks-ebook/dp/B00DJJIR6S. Acho que a melhor maneira de se conseguir um exemplar, inclusive a versão impressa, é pela Amazon, que até hoje nunca me deixou na mão.
      Espero ter ajudado.
      Abraço! o/

      • Obrigado cara, outra coisa, que agora que eu me dei conta. Além de, “O Nome do Vento”, “O Temor do Sábio”, “The Doors of Stone”, “A Música do Silêncio”, “The Lightning Tree” e “How Old Holly Came To Be” ainda teremos um outro conto de Laniel (Laniel young-again) ? Se sim, o que você sabe sobre ele? Já foi publicado? Terá tradução brasileira? Se não, qual a data estimada para publicação? E publicação brasileira?

        Você sabe qual a data estimada que a Arqueiro publicaria aqui no Brasil o “The Lightning Tree”?

      • Infelizmente não sei a data estimada de publicação no Brasil do conto sobre o Bast.
        O que sei/descobri sobre a história de Laniel Young-Again é que, conforme o Pat, ela tinha sido planejada para ser uma novela (um romance mais curto), mas acabou assumindo proporção de romance, com cerca de 80 mil palavras. O enredo gira em torno de um personagem mencionado n'”As crônicas do matador do rei”. Durante “O temor do sábio”, no Capítulo 88, quando o Kvothe está no Eld com aquela trupe de mercenários contratados para lidar com ladrões de estrada, todos se põem a contar histórias em volta da fogueira, e uma das “lendas” a que fazem referência é a de Laniel. Aparentemente ela seria de Modeg e teria vivido uns 150-200 anos antes da época de Kvothe. Há um vídeo do Pat lendo o prólogo da história no YouTube (basta digitar “The Tale of Laniel Young-Again”; o áudio é em inglês), mas, apesar de bonito, como de hábito, o texto é bem obscuro, não revela praticamente nada da trama… Admito que não ajudei muito, mas foi o que consegui coletar. 🙂

  4. Olá… Você saberia me dizer se a história da Auri (The Slow Regard of Silent Things) tem em português? E onde encontro? Não consegui achar em lugar nenhum ):
    Valeu, abraço!

    • Oi, Artur! Desculpe a demora em responder. Então… a história da Auri está prevista para ser publicada no Brasil pela Arqueiro, possivelmente na mesma data do release lá fora (27 de outubro, segundo a Amazon). De qualquer modo, ressalto que nenhuma das informações que trago é 100% isenta de dúvida. O jeito é ficar atento. Eu ficarei. 😀

      • Correção: o lançamento da história da Auri no Brasil está previsto para janeiro de 2015. Teremos de esperar um pouco mais. Mas lembrando que lá fora já foi lançado. 🙂

  5. Muito bom seu blog, a última postagem em outubro de 2014. Acho que o pessoal está desesperado esperando o livro 3 e nem querem mais conversar. Li o livro do Bast quase nenhuma informação, acho que ele é um fae, ele é lindo.E o livro da Auri muito poético, como todos os livros do Patrick. Vamos esperar eu gostaria que fossem muitos livros e não só 3.

    • Obrigado! Que bom que curtiu o blog. 🙂 Confesso que ele está meio abandonado, por falta de tempo e por negligência minha. Ainda vou remediar isso, quando ficar menos enrolado, rs!
      Também li o conto do Bast. Achei genial a ideia do Rothfuss nessa narrativa, e adoro o personagem. E também li o livro da Auri: como você disse (e como esperado, rs!), muito poético. É invejável como o Rothfuss parece ter uma facilidade para descrever o jeito de pensar superpeculiar da Auri.
      Acho que virão outros livros além do “As portas de pedra”. Talvez até no mesmo universo de “As crônicas do matador do rei”. E, se não for o caso, pelo menos nós, fãs, ganharemos mais obras do Rothfuss, sempre excelentemente escritas.

  6. Ola, estou pesquisando mais coisas do autor e vi q este post e os comentários ja são antigos, e gostaria de saber se ja tem algo previsto do próximo livro, e se esses outros tem em português, n consigo encontrar
    Estou lendo o Segundo livro e gostando mto…n quero parar de acompanhar
    se tiver alguma informação… ou terei mesmo q ler em inglês… = (

    • Oi, Thiago! Oh, pelo que sei, a história da Auri já foi publicado no Brasil pela editora Arqueiro, com o título “A música do silêncio” (eu tenho, inclusive). O conto do Bast deve sair aqui pela editora Saída de Emergência, numa coletânea com vários outros contos, mas ainda não sei quando. Quanto ao terceiro livro, o jeito é esperar. 😛

      • E nada do conto do Bast, muito menos as portas de pedra… Já li duas vezes o temor do sábio… Vamos aguardar fazer oq?kkkk

  7. E nada do terceiro livro chegar. Já estou desistindo. Acho que ele está enrolando os leitores. Focado em ganhar mais dinheiro com ideia dos livros virarem filmes ou seriados, sei lá.

    • Nem me fale, estou no aguardo faz uns 4 anos –‘. Li o primeiro em duas semanas e o segundo e três. nao vejo a hora do terceiro. o livre da auri eh demas, porem nao mata a curiosidade do nosso querido kvothe e suas historias… vi mais um ano se passar e nada do terceiro. Espero que 2017 seja mais promissor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s